quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Por que não rechear a vida e a casa de natureza? E difícil não é, há quem trabalhe para trazer um pouco desse universo para a vida de quem ...

Isso é Profashional: Mimos da Natureza

Nenhum comentário:
 
Por que não rechear a vida e a casa de natureza? E difícil não é, há quem trabalhe para trazer um pouco desse universo para a vida de quem quiser. Como acontece com a JardimSP, especializada em terrários. 

Eles são pequenos e quase não precisam de manutenção, são delicados canteiros cultivados em recipientes de vidro, recheados de diferentes plantinhas como musgo, cactus e outras espécies.

As espécies que vão dentro desses recipientes transparentes precisam ser muito pouco regadas, isso porque a maioria delas retém água para permanecerem vivas, já que em seu ambiente natural, normalmente desertos e áreas muito secas, a água é difícil de ser encontrada regularmente.

A história da JardimSP começou quando Roger Evangelista, proprietário da marca, fez um terrário para presentear um amigo, e despertou o interesse de várias pessoas pelo seu trabalho minucioso. 

“O objetivo principal da JardimSP é espalhar mais verde pelos diversos lares, além de conscientizar sobre a importância de preservar o meio ambiente”, afirma o proprietário, que deixou o cargo de executivo de uma Multinacional para se dedicar a essa nova paixão.

Muitas pessoas reclamam da dificuldade de cuidar de um jardim, por isso, Roger afirma que os canteiros foram pensados especialmente para o público de grandes centros urbanos, que não têm muito espaço e tempo para se dedicar à jardinagem.

A Publisher Sandra Teschner conheceu o trabalho de Roger através do Instagram (@JardimSPterrarios), mas, além do ateliê fixo no Baixo de Higienópolis e uma loja na Rua Augusta, em São Paulo, a JardimSP tem uma exposição itinerante onde os visitantes podem admirar os pequenos jardins e até mesmo comprá-los. Os terrários são ótimas opções para trazer um pouco de vida e cor para o dia a dia. Amamos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário